A vida do artista

Posso apresentar Mary Whyte?

Posso apresentar Mary Whyte?

Graffiti por Mary Whyte, pintura em aquarela.

Mary Whyte: Fim de semana com o instrutor de mestrado

Nascida em Ohio em 1953, Mary Whyte cresceu com todo o meio-oeste rural a oferecer. Ela se formou na Tyler School of Art, na Filadélfia, em 1976, com um diploma de Bacharel em Belas Artes e certificação de ensino.

Whyte ganhou reconhecimento nacional como artista e, embora trabalhe em aquarela e óleo, é mais reconhecida por suas pinturas figurativas em aquarela. Moradora de Johns Island, Carolina do Sul, Whyte recebe grande parte de sua inspiração dos descendentes gullah dos escravos costeiros da Carolina, que figuram entre seus assuntos mais importantes. Os retratos de Whytes enfeitam centenas de coleções corporativas, universitárias e particulares, e suas pinturas foram incluídas em inúmeras exposições. Vários museus compraram seus retratos para suas coleções permanentes, incluindo o Museu de Arte do Condado de Greenville, em Greenville, Carolina do Sul, e o Museu de Arte Gibbes, em Charleston, Carolina do Sul.

Professor, escritor e jurado de arte, Whyte conduz oficinas de pintura em diferentes locais do país nos últimos 20 anos. Vários de seus artigos foram apresentados nas revistas American Artist e Watercolor. O livro de instruções de Whytes, Watercolor for the Serious Beginner (Publicações Watson-Guptill, Nova York, Nova York), está agora em sua sétima impressão. An Artists Way of View (Wyrick Company, Charleston, Carolina do Sul), de Whyte, foi publicado em 2005.

Whyte ilustrou mais de uma dúzia de livros infantis, tendo vários projetos publicados pela Chronicle Books e Dial Books. Muitas das ilustrações estão agora em coleções de indivíduos e instituições, incluindo o Mazza Museum: International Art from Picture Books da University of Findlay, em Ohio.

Em 1991, Whyte e seu marido Smith Coleman se mudaram para uma ilha na costa da Carolina do Sul e desenvolveram amizades íntimas na comunidade afro-americana. Logo após sua chegada e por acidente, conheceu Alfreda LaBoard e seu intrépido grupo de idosos que se reúnem semanalmente para fazer colchas e socializar em uma pequena igreja rural. Residentes de longa data da Ilha Johns e descendentes de escravos, essas mulheres mudavam a vida e as pinturas dos artistas de maneiras surpreendentes e inesperadas. O livro Whytes, Alfredas World (Wyrick Company, Charleston, Carolina do Sul), trata das experiências e valores compartilhados que aprofundaram a amizade entre as duas mulheres notáveis. A história é contada nas aquarelas e desenhos tocantes que o artista criou ao longo de um período de 10 anos.

Mary Whyte é representada pela Coleman Fine Art, em Charleston, Carolina do Sul. Para mais informações sobre a artista, visite o site dela.

Retorne ao fim de semana com os mestres Meet Greet.


Assista o vídeo: Watercolor Portraits of the South with Mary Whyte: Preview (Junho 2021).